“Chi si fida delle etichette è perso”. LENIN.

lenin

Lo Spettacolo dell’Imperialismo NORDICO-ATLANTISTA, si muove nel Mondo come una migrante Tempesta di cavallette apocalittiche, riproponendo il suo numero circense più riuscito: il Golpe sofisticato e colorato. Ora tocca al grande Brasile e non è una partita di calcio.

Il Circo Barnum: ONG sorosiane, Fondazioni venefiche, Partiti COLORATI, TELE-GLOBOtomia…Il Circo Barnum non lo fermi con una “LEGGE OLIMPICA”.

SPACCIO ALLA BESTIA colorata e garibaldesca!. Noi Siciliani questa Storia l’abbiamo sperimentata nel 1860. E ne siamo ancora prigionieri!.

Il PT di Lula-Roussef – che ha realizzato riforme sociali importanti- resta però “nè carne nè pesce”: è il “Riformismo”, bellezza!.

LA LOTTA DI CLASSE IN BRASILE VA PORTATA FINO ALLE ESTREME CONSEGUENZE. Non può farlo il PT, ma non si può fare senza e perfino contro il PT  e la stessa Chiesa delle favelas-come sostiene l’estremismo anarcoide (puntualmente telecomandato dalle ONG sorosiane & C.).

Sia chiaro, il Partido dos Trabajadores non ha alcuna maggioranza sociale e il quadro politico è assai più complesso: da destra a sinistra. E al centro c’erano e ci restano i MILITARI con la loro potente FONDAZIONE “Getulio Vargas”, che -per la cronaca- non fu un “dittatore militare”, ma un leader popolare in divisa, mezzo secolo fa. L’America Latina non la capisci con gli occhiali dell’europeo demo-pacifinto de sinistra. I TROTSKISTI sudamericani militano giustamente nei sindacati peronisti &c. e sostengono criticamente il PT contro il GOLPE SOFISTICATO che sta tormentando il Brasile.

Un idiota sinistrato n-europeo li chiamerebbe “fascisti”… I TROTSKISTI BRASILIANI appoggiano con critica lealtà Dilma Roussef e anche Putin (e loro -come Noi- difesero Gheddafi!).

Ecco, meglio essere bollati come “fascisti” -lo fece ANNA FINOCCHIARO contro TERRAELIBERAZIONE- che essere sinistrati del partito arcobaleNATO!. SPACCIO ALLA BESTIA!.

ONORE ALL’ARMATA ROSSA di Trotskj e Tuchacevskj – la gloriosa “Armata di Straccioni” che i “colorati” bianchi-rossi-neri-gialli li asfaltò senza pietà!.

La Ri-Evoluzione Socialista e Sovranista è l’unico Avvenire umano possibile per i Popoli di questo Pianetino.

Io Leggo TerraeLiberAzione e Tu?

20160515_170400

15 maggio 2016. A Niscemi (Sicilia) contro i MUOStri della Guerra imperialista.

bandiere rosse pulite

Si preparano come possono per una UNA BATTAGLIA STRATEGICA GIGANTESCA.

Plano de Lutas da Frente Brasil Popular

Jornal Revolução Socialista

24/05/2016

Plano de lutas da Frente Brasil Popular

Diante das evidências do golpe montado contra a presidenta Dilma, todo apoio à agenda da Frente Brasil Popular

Se já tínhamos a convicção de que o impeachment da Dilma é um golpe, a publicação da conversa do Senador e Presidente do PMDB Romero Jucá com Sérgio Machado só veio a confirmar esta assertiva. Mas o foco principal é que todas as articulações dos poderes parlamentar, judiciário, STF, principalmente na figura do Ministro Gilmar Mendes e parte do  executivo tem sido para derrubar  o governo democrático e popular da Presidenta Dilma.

A reação da sociedade civil, dos movimentos populares, de juristas, da Frente Brasil Popular, dos sindicatos, do MST, de intelectuais, de artistas e de parte da mídia internacional, escapou dos cálculos dos golpistas direita. E não esperavam a postura digna da Presidente Dilma de resistir ao golpe. A direita começa a perceber que foi ao governo mas não vai governar. Com poucos dias de governo, já mostrou claramente para que veio. De um déficit de 96 bilhões de reais no orçamento fiscal do governo federal, propõe passar para 170 bilhões de reais. Esta diferença é para transferir ainda mais recursos do orçamento ao setor financeiro e atender aos seus privilégios. Se o Congresso Nacional aprovar esta nova peça orçamentária estará dando um cheque em branco para o governo fazer o que desejar com as nossas finanças.

Como o golpe tem origem no exterior e com forte participação da direita interna, podemos esperar um grande período de enfrentamento. Este golpe está sendo financiado pela CIA e outros organismos de direita internacional. O imperialismo (e esta é a palavra mais correta politicamente a ser utilizada) está articulando golpes em todo o mundo.

Quais são os  interesses do imperialismo em um golpe no Brasil? Colocar um governo que atendam aos seus interesses, a começar pelo pré-sal, muito bem representado pelo Senador José Serra. Segundo, que há toda uma ação de desestabilizar os países do BRICS, como é o caso da Rússia que sofre embargo econômico dos EUA e parte da Europa. Vejam que o Macri na Argentina já autorizou a construção de duas bases no território argentino. Querem interromper a construção do cabo de comunicação independente que liga o Brasil e a Europa. Parar o projeto do submarino nuclear brasileiro, e para tanto prenderam sem provas o brigadeiro responsável pelo projeto. Dar continuidade à segunda etapa do desmonte da Era Vargas – FHC não teve tempo de concluir a segunda etapa-, e realizar o desmonte da época Lula/Dilma no que diz respeito às políticas de inclusão social, a privatização de bancos, a independência do Banco Central e de todo o arcabouço da nossa política externa independente. Temer se tornou refém do projeto integrista do PSDB de FHC e companhia. Dentre os vários postos ocupados por pessoas que defendem os ideário do PSDB, mesmo que estejam em outros partidos, podemos destacar a Presidência do Banco Central, o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério da Defesa e o Ministério da Economia.

É uma luta gigantesca contra poderes internacionais e nacionais. Somente o povo na rua e muito bem articulado pela Frente Brasil Popular e organizações sociais para darem conta deste enfrentamento. Muita articulação junto aos senadores que podem sim, votar contra o impeachment diante do grau de degeneração da classe política brasileira.

Na conversa do Jucá, ele faz referência a setores militares que estariam a favor do impeachment da Dilma mas há que tomar muito cuidado em tomar isto como uma verdade absoluta. Com razão, a esquerda que enfrentou a ditadura militar, tem vários motivos de desconfiarem dos militares mas esta não é uma verdade absoluta. Existem vários setores das forças armadas que estão contra o golpe e têm uma concepção de defesa da soberania nacional, e sabem os prejuízos que trará o Governo Temer à nação brasileira. Portanto, é necessário se dirigir a estes setores nacionalistas sem preconceito e chamando-os a defenderem o programa do governo democrático e popular da Presidenta Dilma.

Insistimos que  a articulação em torno da defesa do governo da Presidenta Dilma, Contra o Golpe e Fora Temer, não pode prescindir de construir imediatamente uma Rede Democrática de Comunicação (veja proposta no Jornal Revolução Socialista) para fazer chegar ao maior número de pessoas, toda a luta  que está sendo articulada pela Frente Brasil Popular (veja reprodução da programação) que congrega as mais variadas entidades da sociedade civil.

Jornal Revolução Socialista

24/05/2016

 

 

Annunci